COTAR desarticula em Ocara organização criminosa interestadual de roubo de veículos

Uma ação da Polícia Militar do Ceará (PMCE) resultou na prisão de cinco pessoas e na apreensão de três veículos roubados que estavam sendo adulterados para revenda em outras cidades. A ação teve início na tarde dessa quarta-feira (25) e se estendeu até a manhã de hoje (26). Policiais do Comando Tático Rural (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) desarticularam uma organização criminosa interestadual que roubava e furtava carros, além de clonar os automóveis e revendê-los a outras pessoas. As prisões aconteceram em Ocara, Chorozinho e Aracati, nas Áreas Integradas de Segurança 13, 15 e 18. Os veículos eram vendidos em diversas cidades do Ceará e no Rio Grande do Norte.

Os policiais militares estavam realizando patrulhamento na cidade de Ocara, quando observaram duas caminhonetes, modelo Hilux, com os capôs levantados em uma residência cercada de arame farpado. Dois suspeitos estavam ao redor dos veículos. Quando avistaram as viaturas, os homens correram para dentro da residência. Os agentes de segurança solicitaram que eles saíssem da casa para que a busca pessoal fosse realizada. Quando os suspeitos saíram, os PMs passaram a fazer questionamentos sobre a procedência do carro.

Os dois homens, identificados como Juarez Moreira de Souza Júnior (45), sem antecedentes, e Antônio Muniz de Sousa (45), com passagens por receptação, confessaram que os dois veículos eram roubados e estavam sendo adulterados naquele local. Ao realizar a busca na residência, os policiais encontraram apetrechos utilizados na adulteração.

Os suspeitos confessaram que entregariam esses veículos para outros membros do grupo, em Chorozinho e Aracati, para que eles pudessem revendê-los. Foi dada voz de prisão aos indivíduos.

A composição seguiu em direção aos outros membros do grupo criminoso. Quando chegaram em Chorozinho, um dos infratores recebeu um telefonema, informando que o receptor não receberia o automóvel naquela cidade, mas em um posto de gasolina em Pacajus. A equipe se dirigiu até o local combinado e, ao chegar lá, dois elementos se aproximaram para receber o veículo roubado, momento em que receberam voz de prisão. Os dois indivíduos, identificados como Francisco Temistocles da Costa (32), que já respondia por lesão corporal dolosa, receptação e violência doméstica, e Flares Uchoa Barbosa (26), com passagens por roubo de veículo, receptação, associação criminosa e integrar organização criminosa, afirmaram que receberiam os veículos de seus comparsas para venderem no Rio Grande do Norte.

Os policiais militares continuaram com diligências até Aracati, com o intuito de identificar o último membro da quadrilha. Quando chegaram à cidade, identificaram Francisco Fabrício Rebouças da Silva ( 22), sem antecedentes, que estava esperando o automóvel, modelo Hilux, em um posto de gasolina. Francisco confessou que levaria o veículo para um indivíduo, conhecido como Rony, em Canoa Quebrada, para que ele levasse o veículo para o Rio Grande do Norte. A composição foi até a casa de Francisco e, no local, viram um automóvel, modelo GM/Spin, que também era um veículo roubado e que já estava com placas clonadas.

Os policiais apreenderam duas caminhonetes, modelo Hilux, e uma minivan, modelo Spin, bem como as ferramentas utilizadas para adulteração. Os cinco homens foram conduzidos para a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), unidade especializada nesse tipo de crime, onde foram autuados por receptação, associação criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo e falsificação de documento público.

Tags: