Censura: Dakota blinda governador Camilo, barra e humilha profissionais da imprensa de Quixadá

Unidade da Dakota recebeu dinheiro público (foto: divulgação)

Região Central: Os gerentes da Dakota que vivem pedindo espaço na imprensa para divulgar as suas ações deveriam ter vergonha ao barrar a imprensa durante a inauguração de suas novas instalações. O motivo foi satisfazer um pedido do governador Camilo Santana, em não permitir que a imprensa tivesse acesso ao local.

A censura praticada contra os profissionais de imprensa merece ser repudiada pela população e principalmente a Dakota deve explicação, afinal, recebe dinheiro público através de incentivos fiscais. A Dakota tem que explicar os valores que já recebeu do governo do Ceará.

Com vergonha de sua total omissão para com a cidade de Quixadá, o governador Camilo Santana tentou se esconder das perguntas da imprensa. Ele não teria como explicar as razões de suas promessas não realizadas.

Segundo pessoas que estiveram no evento, Camilo ainda teve a audácia de fazer novas promessas. Ele prometeu tudo mais uma vez, acreditando que a população de Quixadá ainda deposita confiança em suas palavras.

Barrar a presença da imprensa foi um ato de covardia dos gerentes da Dakota, afinal, quando precisa dos veículos de comunicação estavam a sua disposição.

O governador Camilo Santana voltou a prometer: uma base do Corpo de Bombeiros, pavimentação das estradas dos Distritos de Custódio e Dom Mauricio e do Santuário de Nossa Senhora Imaculada Rainha da Conceição. As demais promessas já caíram no esquecimento do governador.

O ato que deveria ser comemorado, mas terminou de forma lamentável. Agora resta saber se a Dakota vai contratar mais funcionários ou continuar a demitir. O governo do Ceará deixa de arrecadar milhões dando incentivos fiscais.

Matéria Relacionada
7 promessas: Após enganar população, Camilo Santana está com vergonha de retornar a Quixadá