Cansados de não trabalhar, vereadores de Quixadá entram de ‘férias’ por 15 dias, pagas pelo povo

Camara_de_Quixad07A Câmara Municipal de Quixadá até mudou dos nomes de sua composição, mas os resultados no campo pratico são os mesmos. Passados 6 meses dessa nova legislatura, nada de positivo vem ocorrendo naquela Casa Legislativa. O único salvo positivo foram os requerimentos, estes chegaram a quase 500.

Na verdade, requerimentos e nada são as mesmas coisas, estes atos consistem em pedidos, na maioria das vezes ao Poder Executivo Municipal de Quixadá. A Câmara de Quixadá passa por uma ampla reforma em sua infraestrutura, o que tudo indica que em agosto já esteja tudo pronto, tudo para bem acomodar os vereadores que são obrigados a trabalhar apenas duas vezes na semana e por quatro horas.

O que chama a atenção da população é que um vereador recebe R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais mensal), e em poucos menos de 7 meses de cargo já vão entrar de férias, no chamado recesso parlamentar. É importante frisar anda, que eles não trabalharam em janeiro, mesmo assim tiveram remuneração.

O recesso parlamentar é sem dúvida um ato vergonhoso, quando deparando-se com a realidade dos trabalhadores comuns que tem que sustenta-los.