Bombeiros socorrem vítima com dedo estrangulado por anel, em Baturité

A 5ª Companhia do 4º Batalhão de Bombeiros Militares – 5ª Cia / 4º BBM, sediado em Guaramiranga, atendeu, nessa quarta-feira (20) por volta das 14h20min, a uma solicitação da Unidade Municipal de Pronto Atendimento (Umpa) de Baturité, para remoção de um anel preso no dedo anelar direito de uma mulher de 21 anos.

A guarnição, composta pelo ST Guerra (Cmt do Socorro), ST Claudio (condutor), SGT Flávio (chefe da 1ª Linha), CB Gabriel (auxiliar da 1ª Linha) e o Sd Gilseppe, deslocou-se para o atendimento dessa ocorrência na viatura ABT-40 (Auto Bomba Tanque). A técnica de abordagem utilizada pela guarnição foi a utilização da mini-retifica.

Geralmente, nesses casos, há a possibilidade de uso de duas técnicas. Na primeira técnica, é utilizado um protetor de dedo e uma tesoura de cortar vergalhão 12”. Já a segunda exige um material mais refinado, uma mini-retifica com eixo extensor adaptado com disco de corte, pinça cirúrgicas, campo fenestrado, ou seja, usa–se Equipamento de Proteção Individual (EPI).

Como o dedo encontrava-se bastante inchado, optou-se pela técnica utilizando a mini-retifica, sendo operada pelo ST Guerra e o SD Gilseppe que serraram o anel, liberando o dedo estrangulado pelo anel sem nenhum trauma a vítima.