Atores do “Shaolin do Sertão” participam da pré-estreia no cinema do Pinheiro, em Quixadá

Shaolin_do_Serto_pinheiroÉ importante lembrar que Quixadá e Quixeramobim são destaques durante as falas dos atores.

O filme gravado no município de Quixadá, “Shaolin do Sertão” já está nas telefona de vários cinemas brasileiros. Durante esta quarta-feira, 12, parte do elenco esteve na terra dos Monólitos fazendo a pré-estreia no cinema do Pinheiro.

O diretor Halder Gomes destacou o crescimento da sétima arte no nordeste, para ele uma prova de que a região tem muitos talentos. Ele lembrou ainda que fez questão de escolher Quixadá como cenário, em virtude da linda paisagem natural, “não tenho dúvida que a partir de agora, milhões de pessoas passaram a conhecer Quixadá, essa cidade linda e encantadora”. Em breve o filme chegará no Telecine e na rede Globo.

Shaolin_do_Serto_pinheiroAEdmilson Filho é o protagonista do filme no papel de Aluízio Lee um homem que sonha em ser um grande lutador. O cearense disse que não poderia deixar de estar no evento em Quixadá, agradeceu a população por acolher tão bem. Sobre o filme, acredita que será um sucesso, assim como “Cine Holliúdy”.

Ambientado em Quixadá nos anos 1980, o longa metragem conta a história de Aluisio Li-Liduíno, um aficionado por artes marciais que vive com a cabeça no mundo das lutas de tanto sonhar de assistir a filmes chineses. Motivo de chacotas em sua cidade natal, Aluisio Li terá um grande desafio pela frente quando o lutador aposentado de vale-tudo Toni Tora Pleura (Fabio Goulart) anuncia um “tuor” de desafios aos valentões de várias cidades do interior do Ceará, incluindo Quixadá.

Shaolin_do_Serto_pinheirobO longa-metragem tem investimento e coprodução da Globo Filmes, Paramount Pictures, Telecine e outros.

A partir de hoje, os cinemas das lojas Pinheiro Supermercado já estão exibindo o “Shaolin do Sertão”. A expectativa é de lotação.

Horário de exibição no cinema do Pinheiro – 15h – 18h e 20h30min – preço: R$ 16,00 reais e R$ 8,00 reais a meia-entrada.

É importante lembrar que Quixadá e Quixeramobim são destaques durante as falas dos atores, uma música homenageia a terra de Antônio Conselheiro.