Ataque: Pistoleiros invadem acampamento e dispararam contra as famílias do MST, em Quixeramobim

Região Central: Nesta semana, mais um acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) foi atacado por pistoleiros do latifúndio. Desta vez, o ataque ocorreu no Acampamento Joel do Nascimento em Quixeramobim, onde pistoleiros invadiram o acampamento fortemente armados e dispararam contra as famílias, que tiveram que fugir.

Após a fuga das famílias, os pistoleiros atearam fogo no acampamento onde cinco barracos foram destruídos e todos os bens foram perdidos.

Conforme o site da Causa Operária, esse é mais um ataque a acampamentos ligados ao MST e outros movimentos, cujos ataques vêm se intensificando em número, violência e de maneira aberta nestes últimos meses. Isso se deve ao agravamento da crise e a prisão de Lula, na qual originou uma maior polarização.

Diz ainda a reportagem que os latifundiários estão aproveitando esse momento político para atacar os trabalhadores sem-terra e tem que ficar claro que estes ataques estão ocorrendo com autorização do Estado golpista e com a cobertura das forças policiais e do judiciário.

Fica cada vez mais claro a necessidade de formação de comitês de autodefesa contra os ataques do latifúndio e das forças de repressão.