Anônimos: Câmara Municipal de Quixadá sem produtividade; qual a sua opinião?

A Câmara Municipal de Quixadá é formada por 17 vereadores, todos foram eleitos na última Eleição. Eles tem direito ao mandato de 4 anos para se reunirem de quinta e sexta-feira. Cada vereador recebe mensalmente o valor de R$ 8.500, dinheiro pago dos cofres públicos e dos tributos dos contribuintes.

Câmera é responsável por inúmeras funções, fiscalizar, legislar e promover ações populares, mas em quase 10 meses da atual legislatura, ainda não se observou nenhum vereador que se destacou no Parlamento quixadaense. O trabalho dos Vereadores de Quixadá tem sido baseado apenas em requerimentos e discussões não tantos populares.

 O anonimato dos 17 vereadores não é comum, normalmente um dois três a quatro vereadores se destacam entre os demais, todavia as sessões raramente tem a presença maciça da população. Um dos motivos é a falta de projetos importantes. As discussões gasturentas e às vezes até chatas.

Quixadá tem as melhores bandas largas de internet da região Central, mas as transmissões ainda recebem críticas de quem tenta assistir as sessões virtualmente.  A baixa produtividade começa a preocupar os vereadores tem conquistado manifestações negativas.

Ivan Construção tem que buscar mecanismos para atrair a população, dando mais publicidade nas ações do Legislativo. Muitas vezes, as sessões sequer tem discussão no momento da palavra facultada.

A imprensa não tem dado atenção na cobertura das sessões, um dos motivos é exatamente a falta de conteúdo importante.