Acusado de praticar assaltos em Morada Nova e Ibicuitinga é condenado a mais de 17 anos de prisão

algemasO grupo liderado pelo réu, conhecido também por “Manoel de Jesus e seu bando”, vinha aterrorizando os municípios de Morada Nova e Ibicuitinga. 

 

A juíza Gerana Celly Dantas da Cunha Veríssimo, titular da 2ª Vara da Comarca de Morada Nova (distante 161 km de Fortaleza), condenou Manoel de Jesus dos Santos, a 17 anos e quatro meses de reclusão, no regime inicialmente fechado. Ele é acusado de praticar vários assaltos, mediante uso de arma de fogo.

Segundo o Ministério Público do Ceará (MP/CE), desde 2004, o grupo liderado pelo réu, conhecido também por “Manoel de Jesus e seu bando”, vinha aterrorizando os municípios de Morada Nova e Ibicuitinga. Os acusados utilizavam revólveres, espingardas e pistola 765 para abordar as vítimas.

Em depoimento, apenas Manoel de Jesus confessou os crimes. Os demais negaram participação.

Na sentença, a juíza fixou a pena de Manoel de Jesus dos Santos em 17 anos e quatro meses. A magistrada levou em consideração os antecedentes criminais e a má conduta social do réu.

Com relação aos demais acusados, a juíza entendeu que eles devem ser absolvidos, “por não se ter construído um universo sólido de provas”. Destacou que, testemunhas não os reconheceram como participantes dos assaltos. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico.