Açude Pedras Brancas tem menos de 7% de sua capacidade e consumidores tem economizar água, assista na RC TV

Açude Pedras Brancas está com menos de 7% (foto: RC)

Há quase dois anos o açude Pedras Brancas abastece as cidades de Quixadá e Quixeramobim, na região Central do Ceará. A RC TV foi conferir a capacidade atual daquele reservatório. O açude encontra-se em situação bem delicada e requer atenção.

Segundo dados atuais da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos-Cogerh, atualmente o Açude Pedras Brancas tem menos de 7% de sua capacidade hídrica, exatamente 6,88%, o que requer racionamento de água por todos os usuários das duas cidades. Mesmo assim, os dados não são tão pessimistas, no primeiro dia de 2017 o reservatório estava com 6,74% e devido o acumulo de água esse percentual cresceu, porém, há exato um ano era 9,07%.

A Cogerh cortou água para os ribeirinhos e para o setor de irrigação, assim, o pedras branca tem água garantida por vários meses.

Açude Pedras Brancas está com menos de 7% (foto: RC)

Antonio Sergio trabalho no açude, cita que existem duas medições, a da Cogerh e do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, desse último a coisa é ainda mais assustadora e afirma que tem apena 5%. Mas proximidades da parede ainda existem 13 metros de água.

Conforme a equipe da RC TV, que percorreu da parede até as bombas do sistema de abastecimento de água para a cidade de Quixadá, são exatos 8 km. Antonio Sergio ressalta que tem água suficiente, “temos água suficiente para abastecer mais um ano as cidades de Quixadá e Quixeramobim.

Francisco Emidio é pescador há anos naquele reservatório, cita que tem dia que a pescaria é boa, e quanto menos água favorece, mas queria mesmo que o açude estivesse com muita água. A renda de um pescador é de quase R$ 3 mil reais. Ele passa de até 15 dias dentro do açude.

Assista a reportagem da RC TV – programa toda terça-feira, às 19h