Acordão: Ciro diz que aliança “é ruim para nós e é ruim para ele, senador Eunício”

Ciro_gomesO ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência da República, disse na noite desta segunda-feira (4), na Fiec, que um “acordão” no Ceará “é ruim para nós e é ruim para ele, senador Eunício”.

Ciro proferiu palestra na Fiec, com a presença da classe política, empresarial e formadores de opinião, e, em entrevista ao Blog do jornalista Eliomar de Lima, se posicionou de forma contrária a uma aliança política com o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), que buscaria integrar a chapa majoritária à reeleição do governador Camilo Santana (PT), em uma das duas vagas ao Senado Federal.

“O que eu digo em relação a isso: ninguém aceita, é ruim para nós e é ruim para ele, senador Eunício, que adversários de ontem, que se enfrentaram de forma até muito dura, muito áspera, de repente passem a ser aliados, sem uma explicação, sem uma coerência, sem um respeito à diferença que ainda persiste muito profundo entre nós”, comentou Ciro, que, no entanto, recomenda o reconhecimento público a Eunício Oliveira pela liberação dos recursos para o Ceará e para Fortaleza.

“Porque é justo! Se ele (Eunício) conseguiu liberar um dinheiro, estando por ele bloqueado ou não, não interessa, volto aqui a dizer que o que interessa é resolver os problemas do Ceará, é justo que o governador reconheça, que o prefeito de Fortaleza reconheça”, avaliou Ciro.

Do Opovo Oline!