Diocese de Quixadá arrecada quase R$ 18 mil com fiéis para doar às vítimas das enchentes em Recife

Nùmero de mortos chega a quase 130 e desabrigados passam dos 7 mil (Foto: divulgação/Exército Brasileiro)

Quixadá: Tocados pela situação dos desabrigados e daqueles que foram prejudicados pelas fortes chuvas em Pernambuco, a Diocese de Quixadá decidiu doar todas as finanças arrecadadas em uma missa para doar às vítimas da tragédia no Refice. O auxílio foi encaminhdo à Cáritas Diocesana de Recife, que deverá aplicar os recursos em prol dos que foram afetados pelos temporais e estão desabrigados.

De acordo com o padre Francisco Otaviano, administrador da Diocese, quase R$ 18 mil em dinheiro foi arrecadado no último domingo (12), durante a solenidade da Santíssima Trindade, nas 21 paróquias espalhadas pelos dez municípios que compõem a Diocese de Quixadá. O valor foi transferido para a conta da Cáritas na última terça-feira (14).

A ideia de arrecadar fundos para fortalecer as ações humanitárias que estão sendo desenvolvidas naquele estado através da igreja, veio do administrador diocesano de Quixadá, padre Francisco Otaviano. No último dia 4 de junho, a Diocese comunicou a decisão de doar os recursos arrecadados na missa do dia 12, após uma reunião com o clero.

“Estamos promovendo uma coleta de solidariedade, para com os que estão sendo afetados pelas fortes chuvas”, avisava a nota no início do mês. Ao Revista Central, Francisco Otaviano destacou a importância da ação em cumprimento ao papel da igreja, diante de momentos de desastre que afeta milhares de pessoas. “É papel da igreja poder acolher os que sofrem, os desabrigados, por isso, depois de se reunir com o Clero, decidimos enviar quase R$ 18 mil, para ser utilizado em prol das vítimas no Recife”, disse em entrevista ao site.

Na noite de terça-feira (14), o arcebispo da Diocese de Olinda e Recife, Dom Antônio Fernando Saburido, publicou um vídeo onde agradece a boa ação da Diocese de Quixadá. “Eu recebi telefonema do padre Francisco Moreira, me comunicando que o Clero e o povo de Deus fizeram uma campanha para arrecadar recursos e encaminhar para a Cáritas, para ajudar as famílias que sofreram as consequências das últimas chuvas. Queria aproveitar o vídeo para agradecer esse gesto tão fraterno e tão bonito. Fiquem certos que este recursos serão utilizados para o bem de pessoas realmente carentes, que estão precisando de nosso apoio como igreja”.

De acordo com o último levantamento da Secretaria de Defesa Social do Recife, já são 127 pessoas encontradas mortas e mais de 7 mil desabrigados. Em algumas regiões, desde o início do mês os socorristas encerraram as buscas por pessoas soterradas sob os escombros. Além da destruição, outra preocupação começa a ser avaliada pelas autoridades: o impacto psicológico sobre as pessoas que perderam parentes e bens materiais.

Com informações do Correio Brasiliense