Camilo Santana recebe homengem em Quixeramobim e ‘desconversa’ sobre sua sucessão no Estado

Camilo Santana recebeu a comenda Antônio Conselheiro em solenidade que reuniu prefeitos e autoridades políticas (Foto:: divulgação)

Quixeramobim: O ex-governador do Ceará, Camilo Santana, foi homenageado em uma solenidade promovida por ocasião dos festejos de Santo Antônio pela Prefeitura de Quixeramobim. Na ocasião, Santana comentou sobre o cenário de indefinição política e disse que ainda não é tempo para ter pressa.

Camilo Santana foi recebido pelo prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, pelo vice-prefeito, Edmilson Júnior, e por outras autoridades políticas, como os deputados estaduais Osmar Baquit e Leonardo Pinheiro, o deputado federal José Guimarães, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitãoo, e os demais prefeitos de cidades do Sertão Central, como Edinho Nobre, de Banabuiú, Maurício Pinheiro de Senador Pompeu, Ricardo Silveira, de Quixadá, e Alan Macêdo, de Milhã.

A solenidade aconteceu em um auditório de uma faculdade de Quixeramobim. Camilo Santana lembrou que seu pai tem raízes no município e que se sente orgulhoso por receber a comenda, que uma das maiores comendas de reconhecimento do município, conferida à figuras públicas e personalidades que se destacam pela promoção e a divulgação do nome de Antônio Conselheiro.

“Tenho muito orgulho de receber essa homenagem. Essa comenda possui um significado muito forte para mim, e que deva ter para todos nós cearenses. Somos todos guerreiros e resilientes. Nós temos que ter no coração um pouco de Antônio Conselheiro para lutar contra as injustiças”, disse o ex-governador no evento.

Em meio a solenidade e pressionado pela imprensa local, Camilo Santana comentou sobre o cenário político deste ano. Primeiro destacou a pluralidade do cenário que se confirma para os próximos meses. “Tem candidato demais, é bom, são todos parte de um projeto”, disse. Logo em seguida falou que ainda era cedo para definir qualquer coisa, e minimizou as polêmicas em torno do nome para sucedê-lo. “Estamos distante das convenções. Até lá, encontraremos a chapa ideal”.

O próximo a sentar na cadeira de governador do estado é ainda uma indefinição, mesmo a essa altura do Campeonato. Os partidos aliados à chapa do pedetista Camilo Santanase veem diante de um embróglio: Roberto Cláudio, ex-prefeito de Fortaleza, se mostra disponível para pleitear a vaga, mas a aceitação em torno do nome de Izolda Cela, que está assumindo o Governo temporariamente, se mostra otimista.