Banabuiú zera fila de espera de pacientes que aguardavam por cateterismo

De acordo com o município, os quatro últimos pacientes que aguardavam pelo procedimento, já foram encaminhados (Foto: divulgação)

Região Central: O coração é considerado o órgão mais importante do corpo. Devido sua complexidade, exames cardíacos demandam sempre muitas solicitações nas secretarias de saúde municipais, mas em Banabuiú a logística da marcação de exames e consultas foi responsável por zerar a fila de espera de pacientes que aguardavam para fazer um cateterismo. A informação foi divulgada pela Prefeitura do município em suas redes sociais.

Em nota a Prefeitura de Banabuiú afirmou que “com a demanda recorrente, o Centro de Regulação Ambulatorial do Secretaria de Saúde e a gestão municipal mantém uma organização para a efetivação da inclusão de todos os pacientes no sistema de marcação de exames.

De acordo com o município, os quatro últimos pacientes que aguardavam pela realização do cateterismo, tiveram os procedimentos já agendados, e a fila de espera ficou zerada. “Esta é mais uma conquista para o nosso município, pois conseguimos zerar a fila deste exame que é de fundamental importância para os hipertensos”, destacou o secretário de saúde de Banabuiú, Weyber Nobre.

Considerado invasivo o cateterismo é um procedimento comumente solicitado por médicos cardiologistas, o que normalmente gera uma fila de espera nos municípios, tendo em vista que muitos não possuem recursos para custear o procedimento e necessitam fazê-lo através da central de regulação do Serviço Único de Saúde (SUS).

O exame é importante para que médicos possam descobrir a incidência a outras doenças, e por isso faz parte da agenda de rotina de pacientes. Em outros países sua realização já se tornou recorrente. Nos Estados Unidos, por exemplo, estima-se que sejam feitos 1 milhão de cateterismos cardíacos por ano, conforme dados levantados pelo cardiologista Gilberto Nunes, de São Paulo.

O prefeito de Banabuiú, Edinho Nobre, há cerca de uma semana precisou cancelar sua agenda depois de sentir-se mal, procurar um médico e descobrir que precisava fazer um cateterismo. Uma festa de inauguração de um equipamento público na cidade, foi desmarcada e deve ocorrer somente hoje, depois que Edinho retomou seus compromissos.