Dez pessoas são presas por envolvimento com homicídios, tráfico e ameças em operação da Polícia em Caridade

Equipes do Ciopaer entre outros batalhões e destacamentos, cumpriram 28 mandados e prenderam, ao menos, 10 pessoas (Foto: 4º BPM )

Sertões de Canindé: Pelo menos dez pessoas foram presas em uma operação contra o tráfico de drogas deflagrada na manhã desta quinta-feira (12) no município de Caridade, na região dos Sertões de Canindé. O alvo da operação é desarticular um coletivo de criminosos que atuam no município de Caridade.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) a operação tinha o objetivo de cumprir 28 mandados de busca e apreensão em Caridade. Drogas, celulares, um revólver calibre 38, munições e dinheiro também foram apreendidos. As dez pessoas presas até o final da manhã desta quinta tinham envolvimento com o tráfico de drogas, homicídios e por integrar organização criminosa.

Com as 28 decisões judiciais em mãos, os agentes saíram em campo, nas primeiras horas da manhã de quinta, com o foco de retirar de circulação homens e mulheres envolvidos em um grupo criminoso, com atuação direta na comercialização de drogas e em homicídios. Na região de Caridade, os policiais prenderam nove suspeitos, destes, oito homens e uma mulher, com mandados de prisões preventivas em aberto pelos crimes de homicídio e por integrar organização criminosa e tráfico de drogas.

Ainda conforme a SSPDS entre os presos está Luiz Fernando Ferreira Freitas, de 23 anos, que é alvo das decisões judiciais e no momento da prisão estava em posse de um revólver, dois facões, 50 munições de calibre 380 e 38, uma quantidade de cocaína e maconha, três celulares, uma quantia em dinheiro e uma motocicleta. Na ocasião, ele foi autuado também por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

O irmão do Luiz, identificado como José Gustavo Ferreira Freitas, de 22 anos, também foi preso por força de um mandado de prisão preventiva. Com base nos levantamentos policiais, a dupla exerce papel importante no coletivo criminoso e eram responsável pela distribuição dos armamentos em Caridade.

Como saldo da operação foram apreendidos 21 celulares, tablets, dezenas de munições de calibres variados, um revólver calibre 38, drogas e veículos. Com base no trabalho operacional coordenado pela Delegacia Regional de Canindé, unidade que está à frente das investigações, os presos desta operação eram investigados, ainda, por ameaçar moradores da região.

Ao todo cinco diferentes batalhões da Polícia Civil e Militar atuaram nesta quinta-feira (12) em na operação: Polícia Civil do Estado do Cerá (PC-CE), Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), Polícia Militar do Ceará (PMCE), Guarda Municipal de Canindé, Equipes do Policiamento Ostensivo Geral (POG), do Comando Tático Rural (Cotar) e da Ronda de Ações com Cães (Roca).