Crediarista é morto com 12 facadas dentro do açude do Custódio na noite deste domingo (15)

Homem teria corrido paara se proteger e chegou a se refugiar dentro de um açude, mas foi morto com os golpes de faca (Foto: reprodução whatsapp)

Quixadá: Uma relação extraconjugal pode ter sido a causa da morte de um crediarista de 42 anos, morto a facadas na noite deste domingo (15) na zona rural de Quixadá. Segundo testemunhas, a vítima ainda teria tentado fugir, mas foi morto dentro de um açude.

De acordo com as informações da Polícia, Roniero da Silva Herculano foi morto por volta de 20h no distrito de Custódio. O homem foi atingido com 13 facadas, sendo que quatro delas, segundo a Perícia Forense, foram desferidas na região do coração.

Ainda conforme a Polícia o homem estaria em um bar bebendo com uma mulher, quando o suspeito voltou ao local e iniciou uma discussão. Rôniero ainda correu e tentou fugir das facadas, chegando a entrar dentro do açude de Custódio para se proteger, mas foi perseguido pelo suspeito e atingido com as facadas ainda dentro do açude.

Para testemunhas e populares da região de Custódio, a motivação do crime pode ser passional. Uma das versões que devem ser apuradas pela Polícia é a de que Rôniero da Silva Herculano mantinha uma relação extraconjugal com a mulher que era casada com o homem que teria lhe desferido as facadas.

O corpo do homem foi retirado do açude com pelo menos 12 marcas de perfurações a faca. A Perícia Forense recolheu o corpo ainda na noite de domingo. Não há informações sobre o paradeiro do suspeito. A Polícia Civil deve abrir um inquérito para apurar o crime.

No início da manhã, o RC postou a imagem de uma outra pessoa que havia sido creditada à vítima, mas ao checar a informação, verificou-se que tratava-se de uma outra pessoa sem nenhuma ligação com o crime. O RC pede sinceras desculpas aos envolvidos.