Assista: Revista Central flagra homens ateando fogo à margem da BR-122, em Ibaretama

Fogo queimou mais de três quilômetros de vegetação, proximo da entrada da fazenda Timbaúba, em Quixadá (foto: RC)

Região Central: Proprietários de fazendas às margens da BR-122, especialmente no trecho de Quixadá a Ibaretama, reclamam que todos os anos têm registros de queimadas. Esses sinistros causam prejuízos e danos ambientais. Apesar de ser crime, ninguém até o momento foi responsabilizado.

Neste quarta-feira, 08, o Revista Central flagrou dois homens ateando fogo em um dos trechos proximo da cidade de Ibaretama. Aparentemente eles são contratados com o objetivo de limpar à margem da rodovia, todavia, seus atos acabam causando danos a vegetais e as cercas das fazendas.

Em um dos incêndios, o fogo queimou mais de três quilômetros na extensão da BR-122, proximo da entrada da fazenda Timbaúba, em Quixadá. A estiagem proporciona condições ideais para a propagação do fogo.

Nessa época do ano é comum esse tipo de ocorrência, mas a pessoa que for flagrada começando uma queimada pode responder por crime ambiental. Para autoridades de rodovias, as queimadas colocam em risco não só o meio ambiente, mas também os motoristas que passam nas estradas.

Assista o vídeo: