Banabuiú, Choró, Ibaretama, Quixadá e Quixeramobim em lockdown; 368 mortes nesses cinco municípios

Agentes de fiscalização de Quixadá com apoio da Guarda Civil Municipal, Polícia Miliar e Polícia Civil em ação (foto: PMQ)

Região Central: O aumento de casos de COVID-19, principalmente de morte nos últimos dias levaram prefeitos de algumas cidades da Região Central a decretar isolamento social rígido, com medidas de fechamento até de supermercado e farmácias.  Serão sete dias de ampla fiscalização.

Nesta semana, passam a ficar em lockdown, pelo menos cinco municípios, Quixeramobim, Banabuiú, Quixadá, Choró e Ibaretama que juntos somam 368 em decorrência da COVID-19. Esta última cidade que já estava em isolamento, mas durante a semana reabriu banco e lotéricas voltou a fechar para evitar a migração de pessoas para o Município de Ibaretama.

O período compreendido entre as 00:00 horas do dia 16 de maio de 2021 até as 23:59 horas do dia 23 de maio de 2021, a política de isolamento social rígido para o enfrentamento da pandemia, consistente na restrição ao desempenho de atividades econômicas e comportamentais, bem como no controle da circulação de pessoas nos espaços e vias públicas, objetivando reduzir velocidade de propagação da doença.

Restaurantes, lanchonetes, padarias, farmácias e estabelecimentos congêneres, mercados públicos de comércio de alimentos, supermercados, mercadinhos e estabelecimentos congêneres, permitido exclusivamente o funcionamento por serviço de entrega, entendido como delivery. Os estabelecimentos de ensino para atividades presenciais em todas as idades e séries, sendo permitido o funcionamento de forma virtual.

Instituições bancárias e casas lotéricas, sendo permitido apenas o funcionamento do autoatendimento, como será especificado em seção própria.

Concessionárias, revendedoras de veículos, ressalvado o funcionamento de oficinas e borracharias que estejam inseridas na área compreendida como “linha verde”, assim definida no Decreto Estadual nº 33.532, de 30 de março de 2020, e oficinas no perímetro urbano de Ibaretama, inclusivamente para atendimento a veículos de urgência.

368 mortes nesses cinco municípios:
Choró – 12
Banabuiú – 13
Ibaretama – 18
Quixadá – 145
Quixeramobim – 180