Novo Delegado Regional da Polícia Civil de Quixadá promete ações firmes contra o crime organizado

Delegado William Lopes assumiu a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá (foto: RC)

Região Central: A Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá recebeu nesta segunda-feira(05), seu novo titular, o delegado William Lopes. Ele substituiu Marcus Vinicius Azevedo Damasceno que esteve a frente da DRPC por quatro anos e agora foi para a direção adjunta do Departamento de Polícia do Interior Sul – DPI-SUL.

O delegado William Lopes teve uma marcante atuação na Delegacia Regional de Senador Pompeu, com feito no combate ao crime organizado no município, sendo o responsável pela “Operação Faixa de Gaza”, que levou a prisão de dezenas de pessoas envolvidas em crimes e apreendeu de seus bens. Antes de sair, Senador Pompeu enfrentava uma “guerra” entre facções.

Em Quixadá, o delegado promete agir de forma contundente contra o crime organizado, por entender que é o financiador do tráfico, que eleva os números de homicídios, menciona também que é preciso atingir o patrimônio dos criminosos, como aconteceu em Senador Pompeu.

Ao Revista Central, o delegado William Lopes que esteve no atual cargo que o ex-delegado regional foi nomeado, diz que recebe a Regional de Quixadá sabendo da grande responsabilidade, e promete a população que ela pode esperar muito trabalho e resultados positivos no combate ao crime na região.

William se diz preocupados com o número de policiais civis infectados pelo coronavírus, inclusive oficializou a Secretaria Municipal de Saúde para que os agentes sejam imunizados o quantos antes. “Os policiais assim como os profissionais da saúde não podem parar, por isso é preciso que todos sejam vacinados”.

O novo titular tem bom relacionamento com a sua nova equipe, o que pode facilitar suas ações futuras.

A Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá tem diariamente um plantonista, além do delegado regional, e do municipal Icaro Gomes Coelho, que está há dois anos na unidade.

Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá (foto: RC)