Concurso do IBGE com 8 mil vagas no Ceará é suspenso

A decisão foi tomada por conta da aprovação, pelo Congresso, do Orçamento para este ano. Foto: Divulgação

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira (6) que suspendeu a realização das provas dos concursos para o Censo 2021.

A suspensão vale para 181.898 vagas de recenseador e 22.409 vagas para agente censitário municipal e supervisor. São destinadas 8 mil vagas para o Ceará.

A decisão foi tomada por conta da aprovação, pelo Congresso, do Orçamento para este ano, que reduziu a apenas R$ 71 milhões o valor destinado para a realização da pesquisa – o valor acordado era de R$ 2 bilhões. O texto ainda não foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O edital já sido cancelado em 2020 devido à pandemia de coronavírus.

As vagas no Ceará são para as seguintes funções:

7.313 vagas para a função de Recenseador: remuneração por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos.
660 vagas para a função de Agente Censitário Municipal (ACM): salário de R$ 2.100.
233 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor: salário de R$ 1.700.
Funções do concurso
Para a função de recenseador, a previsão de duração do contrato é de até 3 meses, podendo ser prorrogado mediante necessidades de conclusão das atividades do Censo e de disponibilidade orçamentária. A jornada de trabalho é de, no mínimo, 25 horas semanais.

Para as funções de agente censitário, é exigido ensino médio completo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias.

Os melhores colocados em cada município ocuparão a vaga de agente censitário municipal, que será o responsável pela coordenação da coleta naquela cidade. Os demais agentes censitários supervisionam as equipes de recenseadores. A previsão de duração do contrato é de até 5 meses, podendo também ser prorrogado.

 

Com informações do G1