Sessões da Câmara de Quixadá poderão ser a noite para atrair trabalhadores do comércio e funcionários públicos

Todos os vereadores que fazem parte da legislatura 2021-2024 (foto: RC)

Região Central: Um projeto de emenda ao Regimento Interno da Câmara Municipal de Quixadá objetiva aumentar a participação do público, com sessões a partir das 18h. O autor do projeto é o vereador Darlan Piaba(PDT), subscrito por outros nove parlamentares. A proposta já recebeu manifestação favorável de 9 vereadores.

Atualmente as sessões ocorreram a partir das 9h, toda quarta e quinta-feira, horário impróprio para milhares de quixadaenses, como empregos, empresários e servidores públicos em sua maioria. O autor da emenda, Darlan Piaba, estima-se que poucos moradores tenham tido a oportunidade de assistir uma sessão na Casa Legislativa, um dos fatores é a colisão de horários com seus afazeres, doméstico, trabalho e de negócios.

O vereador Jackson Perigoso (Patriota) defende a mudança, por acreditar que esse horário será benéfico para os trabalhadores: “ora, poucos são os cidadãos que podem assistir uma sessão, seja no plenário da Câmara ou virtual”, e justifica: “qual empresário libera seu empregado às 9h para assistir uma sessão? acredito que nenhum”.

Contrário a proposta, o vereador Zé Rogério(Patriota) justifica que a substituição do horário retira a oportunidade de quem mora na zona rural de assistir as sessões. Apesar dos argumentos, outros vereadores dizem que a participação de quem mora no sertão é baixa e agora com a transmissão online, o agricultor pode assistir de sua própria casa, no horário que não está trabalhando na roça.

O projeto ainda não está em tramitação, uma vez que o presidente pediu para analisar com cautela. A assessoria jurídica se manifestou a favor, além dos vereadores Nazimar (Podemos); Cí (PDT); Ticão (PDT); Rosa (PT); Guto (PT); Neto(PT); e Dênis (PT). Rennê Matias é contra.

O exemplo segue Câmaras Municipais como de Sobral, Senador Pompeu e outras.