Prefeitura de Quixeramobim decreta estado de calamidade pública por conta do coronavírus

O município de Quixeramobim já registrou 115 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia.

A Prefeitura de Quixeramobim anunciou na noite desta quarta-feira, 24, que está enviando para a Assembléia Legislativa do Ceará, um decreto para que seja reconhecido pelos deputados, o estado de calamidade pública no município.

O decreto é em decorrência da Covid-19 e do crescente aumento de casos, internações e óbitos pela doença causada pelo novo coronavírus. Caso a AL reconheça o estado de calamidade em Quixeramobim, a Prefeitura fica dispensada do atingimento dos resultados ficais referente a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e da limitação de empenho, enquanto perdurar a crise na saúde.

A justificativa apresentada pela Prefeitura é de que a pandemia está causando enorme impacto negativo na economia e nas finanças públicas, em razão da restrição de circulação de pessoas, produtos e serviços.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Quixeramobim, 3.189 casos de Covid-19 já foram confirmados no município. Desses, 3 mil já receberam alta clínica e 115 foram a óbito.