Estudo da Enel revela que quase 175 mil raios caíram no Ceará durante o ano de 2020

Flagrante de um raio feito em março de 2017 em Quixadá; Enel afirma que Ceará teve quase 175 mil raios somente no ano passado (Foto: Arquivo RC)

O resultado de um estudo feito pela Enel, a empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Ceará, revelou que no ano passado quase 175 mil raios caíram no Ceará. Os dados consideram os raios que caíram na atmosfera em todos os 184 municípios do Ceará de janeiro a dezembro de 2020 e aponta um aumento de mais de 100% de casos em comparação com o ano anterior.

Em número exatos foram 174.874 descargas elétricas que caíram em terras cearenses em 2020, quase 100 mil raios a mais do que o que tinha sido registrado no total do ano de 2019, quando pouco mais de 74 mil descargas foram registradas pela Enel. Granja foi a cidade que mais teve registros de raios.

E este ano a cidade continua a se manter no topo. Um novo levantamento considerando apenas os 50 primeiros dias de 2021 mostra que quase 20 mil raios já foram registrados pela Enel tocando o solo cearense este ano. As cidades com a maior indicência de registros até agora tem sido Granja, Crateús, Tianguá, Viçosa do Ceará e Uruoca. No dia 11 deste mês foi registrado o maior número de descargas atmosféricas no Ceará, chegando a contabilizar um total de 1.899 raios em apenas 24h.

O Sistema de Monitoramento e Alerta da Enel emite boletins diários sobre as condições meteorológicas de todo o Ceará e antecipa contingências no atendimento de emergência. Além disso, o programa conta com previsão de chuvas, monitoramento das áreas e alertas para previsão de riscos para cada local monitorado.