Boa Viagem: proposta requer que igrejas e templos sejam atividades essenciais na pandemia

Proposta pede que locais de culto não sejam fechados. Foto: divulgação

Boa Viagem: Será apresentado à comissão da Câmara Municipal de Boa Viagem um projeto de lei n° 004/2021 de autoria do vereador Jocelio Ferré que pede a vedação de qualquer determinação que feche igrejas no município enquanto durar a pandemia.

No documento, é estabelecido que igrejas independente da religião sejam consideradas atividades essencial em período de calamidade pública. A limitação do número de pessoas presentes em tais locais, de acordo com a gravidade da situação de saúde é uma das defesas do projeto em seus parágrafos que mantém a obrigatoriedade do uso de máscara e álcool em gel.

Ainda conforme o documento em sua justificativa, igrejas e demais templos exercem um papel fundamental a sociedade, principalmente em períodos de dificuldades, sendo certo que a palavra sagrada, direcionada aqueles que buscam palavras de socorro da alma, é fundamental no momento de grave conturbação social provocada pelo isolamento, como ansiedade, depressão e pelas dificuldades financeiras enfrentadas pela sociedade de um modo geral.

O projeto será apreciado, podendo ir a votação ou não, caso seja aprovado por maioria de votos na Câmara Municipal, ficará a cargo do prefeito do município a sanção para entrar em vigor. A informação é do Portal Sert News.