Após quase seis meses, Banabuiú registra mais uma morte por Covid-19 e chega a cinco óbitos

Região Central: A cidade do Sertão Central com o menor número de casos de mortes por coronavírus, amargou mais uma perda depois de quase seis meses. Banabuiú confirmou mais uma morte causada por complicações de Covid-19. O óbito foi confirmado pela prefeitura da cidade em notas nas redes sociais na tarde desta terça-feira (16).

Francisca Alves Ferreira de Carvalho foi transferida via central de regulação para a cidade de Tauá. De lá ela retornou para o Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), onde teve um agravo no seu quadro clínico vindo a óbito, no início da semana. O resultado da Declaração de Óbito expedidoa pelo HRSC a qual a Secretaria de Saúde de Banabuiú teve acesso somente nesta terça, confirmou o óbito por Covid-19.

Com mais este caso subiu para cinco o total de mortes por coronavírus em Banabuiú. Desde de 24 de agosto de 2020, conforme os dados da PlataformaIntegraSUS, o pequeno município não registrava alteração no número de mortes causadas em decorrência da pandemia. As ações desenvolvidas na cidade chegavam a despertar atenção dos municípios vizinho: enquanto as mortes subiam, em Banabuiú o número se mantinha estável.

Curiosamente a morte de Francisca Alves acontece no mesmo dia em que o IntegraSUS, mantido pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), passou a ter ser considerado do nível de alerta altíssimo, o maior entre os quatro níveis utilizados pela Sesa para mostrar a situação das cidades em relação aos índices de infestação por conta da pandemia. A situação na cidade é de alerta e muitos moradores estão temerosos.

Em nota a Secretaria de Saúde lamentou a morte da 5ª vítima de Banabuiú por coronavírus. “É com profundo pesar que o Governo Municipal de Banabuiú comunica o falecimento de Francisca Alves Ferreira de Carvalho, quinta vítima do coronavírus em nosso município. Neste momento de dor, nos solidarizamos com toda a família e amigos, expressando nossos votos de paz e solidariedade. Que Deus a acolha em sua morada e conforte a todos”.