Canindé realiza pesquisa com pais de alunos para decidir como serão as aulas em 2021

Secretário de educação de Canindé anunciou a pesquisa em coletiva de imprensa (Foto: Carlos Silva)

Sertões de Canindé: Um dos municípios mais afetados do Sertão Central pela pandemia da Covid-19, resolveu consultar os pais de alunos para saber como a Secretaria de Educação deve continuar a oferecer o ensino público. Durante uma coletiva de imprensa na tarde desta quarta, o secretário de educação de Canindé, Kledeon Paulino, afirmou que será feita uma pesquisa de opinião para nortear a decisão da pasta.

Kledeon afirmou que a pesquisa será através de um formulário online, que será enviado ao acesso dos pais de alunos e comunidade escolar em geral. O objetivo é escolher qual a modalidade ideal para ser colocada em prática na retomada das aulas. Os pais deverão optar se querem o ensino híbrido ou remoto.

A prefeita de Canindé, Rosário Ximenes, e a secretária de saúde municipal, Islayne Ramos, também participaram da coletiva. Kledeon Paulino também afirmou que a população em geral também deve participar da discussão, através de uma audiência pública que será realizada virtualmente para que demais entidades da sociedade civil possam opinar sobre o assunto.

O levantamento teve início nesta segunda e dura até segunda-feira (18) da próxima semana. O secretário de educação analisa que com a chegada da vacina, anunciada ainda para este ano, seja possível aperfeiçoar as estratégias da pasta. Mas a secretária de saúde avalia que o ensino deve continuar remotamente. Para ela, o retorno dos alunos às salas de aula pode ser um risco.

A discussão em Canindé tem sentido: a cidade é uma das que mais registraram óbitos desde o início da pandemia do coronavírus. De acordo com os últimos dados divulgados, na última terça-feira (12), a cidade contabilizou mais dois óbitos somando um total de 85 mortes até agora em função da pandemia.