Garis de Quixeramobim decretam greve após prefeitura atrasar pagamento e não dar resposta

Garis gravaram vídeo informando paralisação dos trabalhos (Foto: reprodução)

Quixeramobim: A fase de transição do Governo Pavone para o novo prefeito eleito em Quixeramobim, Cirilo Pimenta, não deve ser nada boa. Clébio, que governa até o final do ano, tem nas mãos para resolver uma bomba que começou a explodir: a solução para o atraso no pagamento dos servidores públicos responsáveis pela limpeza urbana. Os garis decretaram greve por falta de proventos.

De acordo com o blog Quixeramobim Alerta os garis teriam decretado a greve na última terça-feira (17). O prefeito Clébio Pavone não teria conseguido honrar com o compromisso de pagar o quadro de funcionários, que estava já em atraso. O blgo ainda adiantou que os garis quiseram entrar em greve na semana passada, mas acolheram um pedido de Pavone para “segurar” o movimento até segunda-feira (16), quando resolveria a situação, o que não ocorreu, conforme o Quixeramobim Alerta.

Na internet ainda circula um vídeo, onde cerca de 30 funcionários da pasta aparecem reclamando da situação. “Tá faltando dinheiro!”, grita um deles. “Desde ontem que a gente tava aqui e ninguém deu resposta de nada (…) nós só vamos trabalhar quando receber”, diz um dos garis.

O blog ainda detalhou que a secretaria de infraestrutura do município, responsável pelo gerenciamento da limpeza urbana de Quixeramobim, não tinha se pronunciado oficialmente sobre o assunto. O Portal Revista Central tentou conversar com Clébio por telefone mas as chamadas não completavam. Na internet, a página oficial do político, onde ele pode ter se pronunciado a respeito do caso, não foi encontrada pela equipe do Portal. No site da prefeitura também não há nenhuma informação sobre o assunto.

Vale lembrar que no passado, antes da política, os garis foram fotografados pela equipe de marketing de Clébio Pavone para destacar que a categoria estava 100% fardada. A propaganda institucional não surtiu um efeito positivo, já que foi uma das tantas que a gestão de Pavone priorizou, mesmo enquanto o município passava por um de seus maiores picos da pandemia. “No dia 20 de julho, uma semana depois da primeira vez em que a cidade registrou três óbitos de uma só vez em um único dia, Clébio Pavone estampava as mídias sociais da prefeitura fazendo selfie com garis, e destacando que 100% da categoria estava fardada”, lembrava o Portal em matéria de 6 de agosto.