Eleições 2020: reeleição de Edinho Nobre em Banabuiú é a maior da história do município

Edinho Nobre e Dr. Arimatéa: reeleitos com diferença histórica de votos (Foto: Valdecir Pimenta)

Região Central: O prefeito reeleito de Banabuiú, Edinho Nobre (PDT), junto de seu vice, o médico Dr. Arimatéa (Solidariedade), escreveram um capítulo a parte na história da cidade, com o resultado das eleições de domingo (15). A diferença de votos entre a chapa vencedora e a do candidato adversário é a maior já computada em toda a história política do município, fazendo de sua reeleição, a campanha mais exitosa de Banabuiú até a presente data.

De acordo com os números fornecidos pela apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edinho Nobre teve 7.093 votos, o que representa 59,8% de todo o total de votos validados pelo TSE, enquanto Veridiano Sales, ex-prefeito do município, teve 4.769 votos, atingindo a margem de 40,2% do eleitorado. A diferença de Nobre é de 2.324 votos, uma larga vantagem em cima do seu opositor.

Conforme um estudo realizado pelo mestre em educação e historiador, Simão Cavalcante, desde 1988, quando Banabuiú foi emancipado e teve suas primeiras eleições, com nomes expressivos que até hoje são destaque no cenário municipal, esse número nunca antes foram alcançados em uma campanha política para prefeito de Banabuiú, principalmente numa reeleição. O registro mais perto do resultado conseguido pela chapa de Edinho este ano, foi somente em 2000, na quarta eleição da cidade, quando o então ex-prefeito de Banabuiú, Antônio Sales, derrotou Izabel Queiroz de Freitas com uma diferença de  2.239.

História em números

Na primeira eleição banabuiense, Benedito derrotou Brasilino com uma diferença de 664 votos. Quatro anos depois Aluísio venceria Izabel com 809 votos a mais. Em 1996, Benedito se enfrentou com Edinho e ganhou com uma diferença de 1.317 votos válidos. Na quinta eleição banabuiense, em 2004, Edinho entrou na disputa mais uma vez e perdeu para Sales com uma diferença de 461 votos.

Em 2008, quando Veridiano entrou pela primeira vez na disputa política de Banabuiú, Edinho perdeu por 558 votos de diferença. Os dois se enfrentariam quatro anos depois, em 2012, e perderam pela menor diferença já computada em uma campanha política banabuiense: 55 votos. A vitória de Edinho veio em 2016, com 1.559 votos de diferença. Outro fato inédito é que nunca antes um mesmo prefeito e um mesmo vice disputaram uma reeleição, sem alterações na chapa. Edinho e Arimatéa repetiram o feito de 2016 com a diferença que tiveram agora.

Além da diferença de números a nível local, a vitoriosa campanha de Edinho e Arimatéa foi a que obteve a terceira maior diferença percentual de votantes, entre todas as cidades do Sertão Central. A disputa em Banabuiú deu a Edinho uma margem de quase 20%, uma margem que só foi ultrapassada por outras duas cidades: Quixeramobim (25% de votos de diferença) e Boa Viagem (24% de votos de diferença).

Tradicional mercado de Banabuiú está sendo modernizado (Foto: divulgação)

Trabalho

No primeiro dia após sua vitória, Edinho concedeu uma entrevista na emissora do município. “Eu assumi um compromisso com cada banabuiense de continuar trabalhando por essa cidade, e não foi algo da boca pra fora. Vamos continuar trabalhando, e trabalhando sempre”. Edinho ainda salientou que deverá continuar sua agenda de visitas, desta vez, para agradecer aos votos que recebeu. “Quero voltar ao sertão, passar de casa em casa, para agradecer os votos que tive e dizer que o povo pode continuar contando comigo”, afirmou.

Nesta quarta-feira (18), o gestor banabuiense anunciou o andamento da reforma e modernização do mercado público municipal. O prédio compõe a história da emancipação política de Banabuiú e em mais de 30 anos, nunca antes tinha recebido nenhuma ação governamental. “amos modernizar e reorganizar aquele espaço, para servir melhor aos comerciantes e empreendedores. Nosso trabalho de gestão é um compromisso firme, assumido com seriedade”, complementou.