Atuação de profissionais pelo Mais Médicos é prorrogada até 2022 em Quixadá e mais três cidades

Tempo de atuação dos profissionais das quatro cidades foi prorrogado até 2022 (Foto: divulgação)

Região Central: Médicos que atuam no Ceará através do Programa Mais Médicos tiveram seus contrados de serviço prorrogados pelo Ministério da Saúde automaticamente. Com isso, os profissionais que teriam trabalho até ano que vem, poderão prestar serviço até 2022. No Sertão Central, cubanos de quatro cidades tiveram os contratos prorrogados: Quixadá, Boa Viagem, Ibaretama e Piquet Carneiro.

Conforme o Ministério da Saúde, ao todo foram sete médicos cubanos que tiveram sua permanência de trabalho extendida. Quixadá é a cidade com mais profissionais nesta condição: quatro, no total. Em Ibaretama, Boa Viagem e Piquet Carneiro, um médico cada teve o tempo de serviço prestado previsto em contrato prorrogado. A principal linha de atuação dos profissionais deverá ser o atendimento público no combate a pandemia.

Em todo o Ceará, 39 médicos do Mais Médicos foram autorizados a prorrogar a permanência de atuação profissional através do Programa. O Ministério detalhou que essa extensão se dá apenas com profissionais que foram convocados em 2017 por meio do edital SGTES/MS nº 12. Se quiserem, eles podem decidir por não continuarem atuando e informar a descompatibilização do cargo até o dia 25 de novemrbo por meio do Sistema de Gestão de Programas.

O Programa Mais Médicos integra uma série de ações do Ministério da Saúde para fortalecer a Atenção Primária brasileira. De acordo com a Pasta federal, mais de 16 mil médicos atendem em 3.822 municípios brasileiros e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), reforçando o enfrentamento à Covid-19 no país.

A Atenção Primária é a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), e é nesse nível de atenção que 80% dos problemas de saúde são resolvidos.