Suspeitos de crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos em operação da polícia no Ceará

Operação contra crimes sexuais tem a participação de 140 agentes, que cumprem mandados de prisão em Fortaleza e no interior. — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (15), uma operação de combate a crimes sexuais. A ação teve início por volta das 5h e, até as 6h55, 18 pessoas já haviam sido presas. Ao todo, 140 policiais civis participam da ofensiva, que cumpre mandados de prisão em Fortaleza e na Região Metropolitana, além dos municípios de Icó e Umiririm, no interior do estado. O órgão não informou a quantidade de mandados a serem cumpridos.

Conforme o delegado geral adjunto da Polícia Civil, Sérgio Pereira, as vítimas dos suspeitos são, em maioria, crianças e adolescentes. “A grande maioria (dos crimes) é contra menores de 14 anos, pessoas com alguma deficiência mental e pessoas que, por qualquer circunstância, não poderiam oferecer resistência, então é o que a gente chama de violência presumida”, afirma.

A ação é coordenada pelo Departamento Técnico Operacional (DTO) e pelo Departamento de Polícia Judiciária Especializada (DPJE), por meio da Delegacia de Capturas e Polinter (Decap).

A operação tem o apoio operacional dos Departamentos de Polícia Judiciária da Capital (DPJC), da Região Metropolitana (DPJM), do Interior Norte (DPJI Norte), do Interior Sul (DPJI Sul), dos Departamentos de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV), de Recuperação de Ativos (DRA), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core). (Por: G1)