Homem fica ferido em estado grave após batida entre carro e moto no distrito de Custódio

Vítima foi socorrida pelo Samu (Foto: caveirão notícias)

_____
*Atualizada dia 24/09, às 22h16

Quixadá: um homem de 30 precisou ser transferido para Fortaleza em estado grave após ficar ferido em um acidente de trânsito, registrado na noite deste domingo (20). De acordo com o grupo Caveirão Notícia, o sinistro aconteceu na estrada que dá acesso a localidade de Custódio, na zona rural de Quixadá.

A vítima identificada por João Viturino teria colidido com um veículo Fiat Strada. João teve fraturas expostas no pé esquerdo, nos tornozelos e precisou amputar um dos dedos do pé esquerdo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e socorreu a vítima até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com sangramento no ouvido. Logo após dar entrada na Unidade, João Viturino precisou ser transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF) em Fortaleza.

Num primeiro momento, a informação sobre quem era o condutor do veículo não havia sido confirmada, e que o proprietário do veículo teria fugido sem prestar socorro à vítima. No entanto, o Portal Revista Central apurou junto a fontes que o motorista ficou no local do acidente até a chegada do Samu. De acordo com o grupo Caveirão Notícias, logo após o acidente na noite de domingo (20), nas redes sociais havia a especulação de que o motorista do veículo seria um padre. Na segunda (21) a mesma fonte procurou o Portal para confirmar a informação e complementrar que o sacerdote havia prestado o devido socorro.

A estrada que dá acesso ao distrito de Custódio em Quixadá é palco constante de vários acidentes de trânsito. Muitos já perderam a vida após se envolverem em colisões no trecho. A ausência de uma iluminação que possa garantir em determinados trechos mais visibilidade poderia ajudar, mas os condutores de veículos também necessitam ter prudência no trânsito.

*NOTA DO EDITOR: O Portal mantém uma relação de confiança com suas fontes ao longo de seus 12 anos, e assim se manterá. A falha na apuração da reportagem não diminui a história do site. O peso de um erro na apuração de uma notícia jamais depende de quem sejam os envolvidos. Se patroa e empregada são assassinados, não se pode preferir dar a notícia da morte da patroa em detrimento da mulher que trabalhava cuidando do lar, por exemplo. Portanto, o envolvimento de um personagem em um fato e a relevância que este possua, não pode ser entendido como um meio de maximizar um erro de apuração.