Último foragido na operação Carrocinha ll é preso pela Polícia Civil em Banabuiú

A Delegacia Regional de Quixadá da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) efetuou a prisão do último alvo foragido da operação intitulada “Carrocinha II”, deflagrada em maio, nos municípios de Quixadá e Banabuiú, na Área Integrada de Segurança 20 (AIS 20) do Estado. O cumprimento do último mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas e organização criminosa foi feito nessa sexta-feira (31), em Banabuiú. Esse é o nono e último preso capturado na ofensiva articulada pela Polícia Civil em combate ao tráfico de drogas referente a esta operação no Sertão Central.

Antônio Wendelly Vieira Sousa (27), com antecedentes criminais por tentativa de homicídio doloso, roubo e tráfico ilícito de drogas, foi preso em um balneário, na última sexta-feira (31), em Banabuiú. Elle era o último suspeito foragido que estava com o mandado em aberto por tráfico de drogas e organização criminosa. Ele foi apresentado na unidade regional da Polícia Civil em Quixadá, onde o mandado foi cumprido.

Operação Carrocinha II

A operação policial foi deflagrada no dia 19 de maio, em Quixadá e Banabuiú. As ações dos investigadores resultou na captura de oito pessoas, em prisões decorrentes de mandados judiciais e flagrantes. Quatro mandados foram cumpridos durante a operação em desfavor de Cícero Kelvin Gomes Farias (22), Helano Helder Barbosa Tavares (45), Francisco Josias Rodrigues Lopes (54) e Clisliane Alves de Lima (31), vulgo “Nega” – todos sem antecedentes criminais.

Ainda houve prisões em flagrante por tráfico de drogas e posse de arma de fogo/munição de uso permitido contra outras três pessoas: Antônio Lourenço Pereira da Silva Filho (24), com antecedentes criminais por tráfico de drogas e posse ou porte de arma de fogo de uso restrito; Francisco Juleno Nascimento da Silva (26), com antecedentes criminais por roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, e Carlos Ícaro Rodrigues Pinheiro (28), com antecedentes criminais por receptação, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

No fim de junho, no dia 24, Rafael Lopes de Souza (33) foi preso por policiais civis da Divisão de Combate de Tráfico de Drogas (DCTD) após troca de informações com a Delegacia Regional de Quixadá. No dia da operação, que também contou com apoio de equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Rafael conseguiu fugir da cadeia pública e estava foragido até ser preso em Fortaleza.

O objetivo da ofensiva policial era desarticular um grupo responsável por negociar drogas nos municípios do Sertão Central. As apurações policiais da Delegacia Regional de Quixadá iniciaram no final de 2019 e resultaram nos cumprimentos de mandados de prisão, de busca e apreensão, além de prisões em flagrante, contra suspeitos de integrarem a associação criminosa.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número (88) 3445-1047, da Delegacia Regional de Quixadá, ou para o WhatsApp da unidade policial, pelo número (88) 98821-6771. O sigilo e o anonimato são garantidos