Quixeramobim já tem 67 óbitos e Prefeitura continua sem adotar medidas necessárias

Região Central: O município de Quixeramobim tem o total 1.593 casos confirmados da COVID-19, desses, 67 óbitos, 998 já tiveram alta clínica e 528 estão em acompanhamento. O informativo não diz quais os locais com maior foco da doença.

No site oficial, a última publicação é de 07 de junho, o que mostra que a gestão não tem transparência com essa doença que assola centenas de pessoas na cidade.

Enquanto os números só crescem, o prefeito Clébio Pavone se mostra, aparentemente, desorientado e sem condições de adotar medidas firmes, visando a proteção da população. A negligência pode levar o município a ultrapassar os números de Quixadá.

Quixeramobim também testou menos da metade do que fez Quixadá, o que demonstra que a gestão foi omissão nessa pandemia da COVID-19.

Muitos bares e outros estabelecimentos funcionaram durante a pandemia, do outro lado, faltou fiscalização firme por parte da Prefeitura Municipal, e o resultado são dezenas de mortes nos últimos dias. É bem verdade que a culpa não pode ficar somente a cargo da administração, mas também dos moradores.

Nos 8 primeiros dias de agosto, já morreram 13 pessoas, em Quixeramobim, quase duas pessoas estão indo a óbito diariamente.

informativo da Prefeitura Municipal de Quixeramobim não diz os locais dos casos (foto: divulgação)