Omissão: Quixeramobim ultrapassa Quixadá em casos de óbitos por COVID-19, mas prefeito não reage

Os dados são da própria Secretaria Municipal de Saúde de Quixeramobim (foto: rede social)

Região Central: A cidade de Quixeramobim tem passado por uma grave situação vivenciada pela pandemia da COVID-19. A Prefeitura Municipal não providenciou a devida fiscalização e bares e muitos estabelecimentos funcionam sem qualquer intenção.

Ainda em abril, o prefeito Clébio Pavone chegou a cogitar a reabertura de fabricas, mas o Ministério Público se manifestou contrário. MPCE desaprova flexibilização do isolamento social e recomenda que município siga decretos estaduais.

O município tem no total 1.602 casos confirmados da COVID-19, desses, 69 óbitos, 1002 já tiveram alta clínica e 531 estão em acompanhamento.

Para se ter ideia, Quixeramobim ultrapassou Quixadá em casos de óbitos. Na Terra dos Monólitos tem 68, com 3.067  casos confirmados e 3.717 (54,67%) foram descartados.

Apesar do prefeito Pavone ter anunciado a aquisição de testes rápidos, Quixeramobim testou menos da metade do que faz Quixadá, razão do baixo número de casos confirmados em detrimento dos falecimentos.

Apesar de diariamente Quixeramobim registrar óbitos, a Prefeitura Municipal não tem trabalhado com ampla fiscalização e há informação de estabelecimentos de diversão funcionando sem qualquer fiscalização.

Quixeramobim testou menos da metade do que faz Quixadá (foto: rede social)