Municípios do Sertão Central iniciam a semana permanecendo na Fase 3 do Plano de Retomada Econômica

Governador fez uma live para anunciar que nenhuma região do Estado avança de Fase

As 19 cidades que compreendem o Sertão Central iniciam a última semana de agosto, nesta segunda-feira (24), permanecendo na Fase 3 do Plano de Retomada Econômica do Governo do Estado. A medida foi oficializada pelo governador Camilo Santana na última sexta-feira (21) e passa a valer a partir de hoje. Não houve avanço de Fase em nenhuma das regiões cearenses.

“Após a nossa 23ª reunião com o Comitê formado pelos nossos profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e Ministério Público Estadual e Federal, ficou definida a continuidade das fases e medidas atuais em todas as regiões, sem alterações, para o novo decreto estadual, que entra em vigor a partir da próxima 2a feira (24), mantendo as macrorregiões de Saúde nas atuais fases”, informou Camilo.

Na Fase 3 do Plano são impactadas, podendo funcionar em demanda maior, as seguintes áreas:

Têxteis e roupas
Comunicação, Publicidade e editoração
Indústria e serviços de apoio
Artigos do lar
Cadeia agropecuária
Cadeia moveleira
Tecnologia da informação
Logística e transporte
Comércio e serviços de higiene e limpeza
Comércio de outros produtos

Além disso, celebrações religiosas podem ser feitas com até 50% da presença de fiéis nos templos e igrejas. No entanto, no Sertão Central, o bispo da diocese de Quixadá, Dom Ângelo Pingnoli, afirmou que as missas com a presença de fiéis, só voltarão a acontecer a partir da Fase 4 do Plano.

Algumas cidades, no entanto, mesmo com o aval do Governador, podem decidir se avançam ou se seguem na Fase em que já estejam. É o caso de Quixeramobim. O município enfrenta um dos seus piores momentos na pandemia e por isso o prefeito Clébio Pavone já anunciou desde semana passada que mesmo com o decreto estadual permitindo que os municípios avancem para a Fase 3, a cidade permanece na Fase 2.