Revista Central transmite live “Encontro de Sanfoneiros de Quixadá”, nesta sexta, às 19h

Quixadá: intimamente atreladas ao perfil cultural e histórico que carrega o sertão e o nordeste, a sanfona e a zabumba elementos importantes, e que denotam a força de nossas tradições. Da junção deles, saiu um dos ritmos mais apreciados pelo cearense, o forró e que a atualidade, em função da pandemia do coronavírus, tem invadido as casas e lares através das chamadas lives, transmissões ao vivo de festas com os mesmos quesitos de som, cenário e iluminação dos grandes eventos, mas sem aglomerações.

Atentos à importância das lives e do peso que carrega a tradição cultural na região, o empresário e radialista Juarez Sá promove nesta sexta-feira (10) a live “Encontro de Sanfoneiros Quixadaenses” uma iniciativa para resgatar a cultura nordestina e, ao mesmo tempo, valorizar grandes artistas que compõem o cenário musical tradicional de Quixadá. A live será transmitida a partir das 19h por meio de uma parceria através das redes sociais do Portal Revista Central.

Entre os convidados, nomes de peso que construíram sua história em Quixadá graças à sanfona, como Dom Ratinho, Dom Bandeira, Chico Dudu, Kildery Karkará e Zé Elétrico. De acordo com Juarez Sá a ideia da live surge a partir de um quadro que o radialista mantém na rádio FM Meio Norte e se fortalece no propósito solidário de ajudar os artistas que tiveram o quadro de show interrompido com o fim de eventos em meio à pandemia.

“É uma live para promover o resgate da cultura nordestina, algo diferente que priorize o sanfoneiro e que pense no Nordeste, algo que mostre a autenticidade que nós temos com o nosso forró pé de serra”, afirma. Juarez também foi sensibilizado pelo difícil momento que passam a classe chamada “músicos raiz”, e junto ao Portal Revista Central, dirigido e idealizado pelo advogado Dr. Jackson Perigoso, fecharam a parceria para promover e transmitir o evento. “a gente sabe que os músicos de quixadá estão passando por um aperreio, principalmente os sanfoneiros, então, decidimos vamos fazer uma live e tudo o que a gente arrecadar, tanto em dinheiro como em alimentos, vai ser tudo doado para os sanfoneiros”.

O empresário garante que o evento obedecerá todas as normas e medidas de proteção e segurança. Jackson Perigoso comenta do orgulho em poder contribuir com a ideia, e se diz sensível ao propósito de poder contribuir com a classe de artistas culturais do nordeste. “São pessoas que carecem de uma chance, de uma assistência, que embora tragam na bagagem uma linda história responsável por construir a história da cultura de nosso municípios, acabam perdendo o destaque que tanto precisam principalmente neste momento. Então, é uma enorme alegria poder fechar essa parceria com o Juarez e promover este evento”, afirma o advogado.