Irmãs e prima desaparecem após saírem para caminhada no interior do Ceará

Três jovens, entre elas, duas adolescentes, desapareceram nesta terça-feira (7) após saírem de casa para fazer uma caminhada em Sítio Grossos, município de Iguatu, no interior do Ceará. Equipes da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Conselho Tutelar e do Corpo de Bombeiros realizam buscas na região.

As jovens são as irmãs Gabriela Conceição Cajazeiras Nóbrega e Jaqueline Pinheiro da Silva Cajazeiras, de 19 e 14 anos, respectivamente, e a prima Letícia Serafim da Silva de Oliveira, de 16 anos. Uma motocicleta abandonada, com registro de São Paulo, foi apreendida pela polícia próxima ao local do desaparecimento.

Neidimar Pinheiro, a mãe da Gabriela e da Jackeline, disse em depoimento à polícia que ouviu um grito na direção em que as meninas estavam. “Eu esperei elas chegarem e elas não chegaram. Quando meu esposo voltou para casa começamos a ligar para todo mundo. Meu marido passou pelas meninas no caminho de volta. Eu creio que foi por maldade, intenção de coisas más com elas. Espero que quem fez não tenha feito o pior com minhas filhas”, afirmou.

De acordo com a polícia, um ex-namorado da Gabriela, conhecido como “Pirulito”, se apresentou na Delegacia Regional de Iguatu e relatou que não está envolvido no desaparecimento. Segundo familiares, o casal terminou o relacionamento em fevereiro de 2020.

Dhonatan Serafim, primo das vítimas, contou que voluntários se reuniram para auxiliar nas buscas. “A gente juntou uma equipe de homens e estamos vasculhando as matas aqui. Elas nunca tinham passado tempo fora de casa. A gente está muito aflito”, disse.

Dhonatan Serafim, primo das vítimas, contou que voluntários se reuniram para auxiliar nas buscas. “A gente juntou uma equipe de homens e estamos vasculhando as matas aqui. Elas nunca tinham passado tempo fora de casa. A gente está muito aflito”, disse.

(De: G1 – CE)