Fortaleza começa nessa segunda-feira (22) 2ª fase do plano de retomada econômica

Outros tipos de comércio, como restaurantes, abrem hoje (Foto: JL Rosa/Sistema Verdes Mares)

Pressionado pelo setor econômico do estado, o governador Camilo Santana flexibilizou e a partir desta segunda-feira (22) Fortaleza entra para a segunda fase do plano da retomada econômica. A informação foi repassada no último sábado (20) pelo governador Camilo Santana e pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, em apresentação ao vivo nas redes sociais.

Os municípios da Região Metropolitana entram para a primeira fase. Todas as outras regiões ficam na fase de transição. As exceções, desta vez, ficaram com Sobral e Juazeiro do Norte, maiores cidades da Região Norte e do Cariri, respectivamente. A primeira já estava em isolamento social rígido e deve continuar. Em Juazeiro passa a valer a maior rigidez na fiscalização do distanciamento. “Há uma preocupação pelo avanço da pandemia no Interior do Ceará. Portanto, as autoridades sanitárias aconselharam e todos os estudos mostraram que devemos monitorar e acompanhar”.

Pelo menos três novas ações ficam permitidas nesse novo decreto para os próximos 14 dias, obviamente mediante renovação no sétimo dia. A primeira são os restaurantes, que abrem especificamente para almoço, em virtude de várias atividades estarem abertas e grande parte dos trabalhadores precisarem de um local para fazerem sua refeição. Os templos religiosos também poderão abrir a partir de segunda-feira em Fortaleza, respeitando a ocupação máxima de 20% de sua capacidade.

O terceiro ponto apontado por Roberto Cláudio diz respeito às atividades individuais de esportes ao ar livre. “As academias ainda não estão permitidas e, por esta razão, estamos permitindo especificamente a abertura para atividades individuais de esporte”, justificou o prefeito.

“Pelo fato de Fortaleza continuar diminuindo todos os indicadores de óbitos e de casos confirmados, mantendo baixa a taxa, dentro dos critérios estabelecidos pela Saúde, de ocupação de leitos de UTI e enfermarias, a decisão é que passa para a segunda fase, que também será de 14 dias”, afirmou o governador, ressaltando que o decreto de isolamento social que minimiza os efeitos da Covid-19 no Estado será prorrogado por mais uma semana.