Diocese de Quixadá recomenda programação de Corpus Christi diferente às paróquias

Diferente dos anos anteriores, festa católica esse ano se dará apenas pela internet (Foto: divulgação)

Quixadá: a pandemia provocada pelo novo coronavírus alterou até mesmo a programação de uma das maiores e mais tradicionais festas religiosas do catolicismo: a celebração de Corpus Christi. As igrejas da Diocesse de Quiadá, que abragem as cidades do Sertão Central, não realizarão missas, e transmitirão a única celebração que será feita pela Diocesse, com o bispo Dom Ãngelo Pingnoli.

O comunicado aos párocos e padres das 21 paróquias da região foi enviado no fim de maio. No documento, Dom Ângelo salienta que não tem conhecimento da situação de cada cidade, por isso recomendou que as paróquias retriasmitisse pela internet o sinal da missa que ele celebra às nove da manhã desta quinta-feira (11) pelo facebook da Diocesse de Quixadá.

A programação diferenciada de Corpus Christi continua na parte da tarde. às 16h, através da Rádio Cultura de Quixadá, Dom Ângelo fará uma hora de santa adoração e as cidades que captam o sinal da emissora foram recomendadas a retransmitir. Mesmo sem haver procissão, o bispo da Diocesse de Quixadá disse no comunicado enviado às paróquias que entende ser de extrema importância a passagem de Jesus Eucarístico pelas ruas, por isso, recomendou que no intervalo de 16 às 17h, em um carro aberto, os padres possam fazer um trajeto com o Corpo de Cristo.

“Cabe-me estar atento ao desenrolar dos fatos e às orientações das autoridades sanitárias para, em comunhão sobretido com os bispos do Regional Nordeste I, decidirmos como prosseguir nos serviços litúrgicos e apostólicos às nossas comunidades”, disse Dom Ângelo Pignoli.