Pandemia desenfrada: Quixadá confirma 68 novos casos e três mortes por Covid-19 em 24 horas

Quixadá: Um carro desgovernado e sem freio. É assim que pode ser comparado o município de Quixadá e os casos de coronavírus que ele registra. A cada dia, os números crescem assustadoramente e nas últimas 24 horas, o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde mostrou que o total de casos confirmados chegou a 481 e três novas mortes foram registradas. Agora, Quixadá já computa um total de 13 óbitos em função do Covid-19.

Conforme os dados do boletim, houve um aumento de 68 casos confirmados somente de quinta (21) para a última sexta (22). O número de casos notificados também subiu consideravelmente: está em 985 e é provável que nas próximas horas a cidade cearense ultrapasse a marca dos primeiros 1.000 casos notificados. Do total registrado até o momento, 231 já foram recuperados. Há 16 pessoas internadas.

A gravidade da situação em Quixadá nao é mero comentário da boca pra fora: pela cidade ainda é comum ver pessoas circulando sem máscaras. A prefeitura até tenta sensibilizar os moradores, mas não funciona e em contrapartida, não há nenhuma ação enérgica que possa organizar situações que podem agravar mais ainda o cenário que já é delicado.

Por meio de mensagens de leitores e moradores de Quixadá, o portal Revista Central tem recebido várias avaliações sobre a postura adotada até aqui pela prefeitura. Muitos dizem que as reações da gestão são pouco válidas. Não há, por exemplo, barreiras sanitárias, e o que se vê são consequências que se alastram dia após dia. Na última semana, a secretária de saúde Juliana Câmara chegou a revelar, por exemplo, que a cidade já registra o primeiro caso de Covid-19 em gestante.

No fim da manhã da última sexta, o prefeito Ilário Marques utilizou suas redes sociais para mostrar imagem de uma reunião através de vídeo conferência que afirmou ter ocorrido com o governador do Ceará, Camilo Santana. “Participo neste momento de reunião com governador Camilo Santana e prefeitos do Ceará. Em nome dos prefeitos da região Central, agradeci ao apoio do governador, apresentamos a realidade de Quixadá e da região, além das necessidades para o enfrentamento do covid-19”, escreveu Ilário.