Camilo oficializa plano de retomada gradual e 66 mil pessoas voltam ao trabalho nesta segunda-feira, 1º; veja lista

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), oficializou nesta quinta-feira, 28, em live realizada em suas redes sociais, o plano de retomada gradual da atividade econômica no Ceará. Conforme o chefe do executivo estadual, 66,9 mil pessoas voltarão ao trabalho nesta segunda-feira, 1º, quando se inicia a fase de transição do plano (etapa 0). A próxima etapa ainda não tem data exata, pois dependerá dos resultados da saúde.

Porém, a previsão é que, se os índices de saúde responderem bem, a cada 14 dias deve haver nova fase de reabertura gradual, começando a última etapa no dia 20 de julho deste ano. Segundo expectativa do governo, na etapa 1 haverá retorno de mais 85,6 mil postos de trabalho, seguida de 131,3 mil na fase 2; 175,155 mil na terceira; e 123,1 mil na última.

Hoje, o Estado apresenta 889,3 mil empregos ativos, conforme dados governo e, ao fim das cinco etapas, a expectativa é que 1,47 milhão de trabalhadores estejam em seus empregos.

Confira a lista:

No comércio, será autorizada na transição a abertura de lojas ligadas a material de construção, com horários de abertura determinados. Na construção civil, serão autorizadas obras com máximo de 100 operários, com até 31% de retomada.

Setor de higiene e beleza, como barbearias, manicures e salões de beleza poderão também abrir.

Também será retomada a indústria têxtil e de calçados, fabricação de eletrodomésticos, indústria automotiva, retorno dos treinos esportivos e dos times de futebol “participantes da final do Campeonato Cearense”.

Também poderão abrir lojas relacionadas à saúde, como óticas e outras. Toda a cadeia da saúde terá retomada autorizada, como consultórios médicos, odontológicos e escritórios.

Confira abaixo como será o retorno de cada setor da economia durante o plano de retomada econômica no Ceará.

Primeira fase do plano de retomada econômica no Ceará. — Foto: Governo do Ceará

Com informações do Opovo