Quixadaense “Neuton Pipoca” é encontrado morto no estado de Tocantins

Suspeitos mortos estariam envolvidos com explosão de posto de atendimento bancário — Foto: Divulgação

Região Central: O quixadaense Elineudo Oliveira Silva, 47 anos – conhecido como “Neuton Pipoca” foi morto durante um troca de tiros. Ele era suspeito de integrar a  “quadrilha dos Pipocas”, acusado de roubo a bancos e carros-fortes e acabou gerando um confronto com a polícia na região central do estado de Tocantins, na tarde desta sexta-feira (1º).

Agora são quatro suspeitos mortos desde que as polícias do estado iniciaram uma força-tarefa para localizar o grupo em uma área de mata. Um sargento da Rotan que participava da operação também morreu durante os confrontos.

O confronto aconteceu na tarde desta sexta-feira e acabou com outros dois suspeitos baleados em uma área de mata. De acordo com a Polícia Militar de Tocantins, o tiroteio aconteceu na região de Pequizeiro e os homens morreram no local.

Entenda

Um posto de atendimento de um banco foi destruído por criminosos na madrugada desta sexta-feira (1º) em Pequizeiro. Testemunhas contaram à Polícia Militar que o crime teria acontecido por volta das 3h. Os criminosos teriam usado explosivos para abrir um buraco na parede do prédio e depois para explodir um cofre.

IML de Palmas

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a identificação foi feita por meio de exame datiloscópico no Instituto Médico Legal de Palmas que idênticou o quixadaense. O corpo já foi liberado para a família.

O enterro e o sepultamento deve acontecer em Quixadá.