Festival de Fotografia do Sertão Central ocorrerá de 18 a 22 de junho nas cidades de Quixeramobim e Quixadá

Com programação rica e diversificada durante os cinco dias de evento, o QXAS promoverá workshops, oficinas, palestras, vivências. Foto: Secult

Os refletores da fotografia estarão focados no interior do Ceará neste mês de Junho durante a segunda edição do QXAS, que abordará o tema “Outros mundos, outros Sertões” em programação trazendo grandes nomes da fotografia nacional. Com homenagens a ícones da fotografia brasileira como Nair Benedicto (SP) e José Albano (CE), a segunda edição do QXAS – Festival de Fotografia do Sertão Central recoloca o interior cearense no mapa da fotografia, ocupando um espaço de afeto e reconhecimento no meio da fotografia, promovendo aprendizados, perspectivas e encontros entre principiantes e consagrados mestres da fotografia brasileira nas cidades de Quixeramobim e Quixadá. O evento conta com apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e acontece também em um dos nossos equipamentos, a Casa de Saberes Cego Aderaldo.

Prova deste reconhecimento já em sua segunda edição foi o resultado da Convocatória aberta pelo festival para construir a exposição “Outros mundos, outros sertões”. Com 220 inscrições de mais de 20 estados brasileiros, além do exterior (Uruguai, Portugal e Austrália), os curadores analisaram mais de 900 fotos para chegar aos 36 selecionados. Os cearenses Iana Soares, Patrícia Veloso e Silas de Paula foram os responsáveis pela seleção de fotos que ilustrarão um espaço no Memorial Antônio Conselheiro em Quixeramobim, com olhares de 24 nordestinos (sendo 11 cearenses), de 11 estados diferentes.

Com programação rica e diversificada durante os cinco dias de evento, o QXAS promoverá workshops, oficinas, palestras, vivências, rodas de conversas, leituras de portfólio, exposições e festas. Toda a programação é gratuita, com exceção dos workshops, que terão nomes como César Barreto (RJ), Ed Viggiani (SP), e Maíra Ortins (CE) e Nair Benedicto (SP) ministrando ricos momentos de formação durante o Festival com participação via inscrição de valor acessível, clicando aqui.

Em 2019, fotógrafos, curadores e críticos de arte se dedicarão ao aprofundamento de questões sobre linguagem e estética durante o II QXAS, nessa experiência coletiva de afirmação das identidades dos fotógrafos. Convidados do evento,MaurícioPokemon(PI)e Miguel Chikaoka (PA) se juntarão aos cearenses Angela Morais, Dois Vetim, Emi Teixeira, Fernando Jorge, Igor Cavalcante, Gandhi Guimarães, Gustavo Costa, Tibico Brasil, Pablo Pinheiro e Rubens Venâncio neste grande núcleo de formação gerado pelo QXAS, que leva a democratização do acesso a oportunidades renovação de conhecimentos e formação de fotógrafos, além de estimular novos olhares sobre o Sertão, tanto nas cidades de Quixeramobim e Quixadá, quanto em outras localidades e municípios vizinhos.

A segunda edição do QXAS – Festival de Fotografia do Sertão Central conta com apoio cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará através da Casa de Saberes Cego Aderaldo, da Prefeitura Municipal de Quixadá e Prefeitura Municipal de Quixeramobim, através de suas Secretarias de Cultura e de Educação, patrocínio do Banco do Nordeste, apoio do Sistema de Comunicação Campo Maior, sendo uma realização do Instituto da Fotografia – IFOTO e da AnimaCult Gestão e Produção.

SOBRE A TEMÁTICA “OUTROS MUNDOS, OUTROS SERTÕES”: Inspirado no imaginário da região e das narrativas que apontam relações com seres de outros planetas no Sertão Central, esta edição aposta nos encontros entre diferentes, fortalecendo a alteridade e o respeito às diversidades humanas. Nesta convocatória, o II QXAS reuniu fotografias que narram as múltiplas existências nos sertões e os sertões que se espalham por outros territórios e histórias.

SOBRE O QXAS – FESTIVAL DE FOTOGRAFIA DO SERTÃO: O QXAS é um festival de formação e difusão da fotografia brasileira com uma diversa programação que objetiva promover o intercâmbio entre a fotografia cearense e a produção contemporânea brasileira nos campos da expressão e do conhecimento, além de fomentar a produção cultural e artística e contribuir para a democratização do acesso à cultura e difusão da fotografia brasileira. Tudo isso no Sertão cearense, descentralizando ações da capital e capilarizando o acesso a cultura e arte.

Criado em março de 2018, o QXAS apresentou o tema “O Sertão de Antônio Conselheiro”, que norteou a programação e definiu a curadoria das exposições e das ações de formação. Construído de forma colaborativa, o I QXAS proporcionou instigantes discussões e reflexões sobre o fazer e a apreciação da fotografia cearense e brasileira, repercutindo suas ações de forma intensa entre os participantes do evento.

Em sua primeira edição, o QXAS realizou 39 atividades de formação e difusão da fotografia cearense e nacional, ocupando 12 espaços – sendo 07 deles escolas públicas. Mais de 300 alunos da rede pública participaram das 11 oficinas realizadas. Com aproximadamente 3 mil pessoas participando do evento, a primeira edição do QXAS mostrou que o evento chegou para ficar, inspirando e instigando as mentes criativas no eixo do sertão central cearense.