IBGE divulga estimativa atual da população brasileira, do Ceará e da região do Sertão central cearense

censo2010

Quixadá liderança na região, Canindé em segundo na terceira posição encontra-se Quixeramobim com 75.565 habitantes.

A população brasileira continuará crescendo até 2042, quando deverá chegar a 228,4 milhões de pessoas. A partir do ano seguinte, ela diminuirá gradualmente e estará em torno de 218,2 milhões em 2060.

Esse é um dos destaques da publicação “Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade para o Período 2000/2060 e Projeção da População das Unidades da Federação por Sexo e Idade para o período 2000/2030”, que o IBGE disponibiliza na internet.

Além da projeção da população para o país e das unidades da Federação, a publicação traz projeções da fecundidade feminina por faixa etária, da mortalidade, da esperança de vida ao nascer para o país e para as unidades da Federação e do saldo migratório (imigrantes menos emigrantes) internacional e interno, entre outros indicadores.

Observa-se, por exemplo, que a idade média em que as mulheres têm filhos, que está em 26,9 anos em 2013, deve chegar a 28 anos em 2020 e 29,3 anos em 2030.

A esperança de vida ao nascer deve atingir os 80,0 anos em 2041, chegando a 81,2 anos em 2060. Já entre as unidades da Federação, a esperança de vida em Santa Catarina deve alcançar os 80,2 anos já em 2020. Nesse mesmo ano, o Maranhão deve ser o estado com esperança de vida mais baixa (71,7 anos), mas deve chegar a 74,0 anos em 2030 e, assim, ultrapassar Rondônia e Piauí, que estarão com esperanças de vida em 73,8 e 73,4 anos, respectivamente.

Em termos de saldo migratório interno, em 2020 e 2030 a projeção indica que Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul, Ceará, Alagoas, Piauí e Pernambuco deverão ter os maiores saldos negativos (maior número de pessoas saindo do estado), todos acima de 10 mil emigrantes, mantendo a tendência observada nas últimas décadas. A projeção aponta que o estado da Bahia continuará a ter as maiores perdas populacionais na comparação com estes estados citados, com -46,6 mil e -39,3 mil, respectivamente. Já Santa Catarina, São Paulo, Goiás, Distrito Federal e Espírito Santo devem ter os maiores saldos positivos, todos acima de 10 mil imigrantes. Santa Catarina deve se manter com o maior saldo migratório, 37,1 mil em 2020 e 34,3l em 2030. Essas tendências são as mesmas observadas nos últimos anos.

O conjunto das projeções incorpora as informações mais recentes sobre as componentes do crescimento demográfico (mortalidade, fecundidade e migração), obtidas através dos resultados do Censo Demográfico 2010 e dos registros administrativos de nascimentos e óbitos. Os resultados atuais substituem os da “Projeção da População do Brasil por sexo e idade: 1980-2050 – Revisão 2008”. Essas informações possibilitam uma visão atual da dinâmica demográfica nacional e estadual, considerada na elaboração das hipóteses futuras para as projeções.

A evolução das componentes demográficas no período 2000/2030 resultam em um significativo envelhecimento da população em todas as Unidades da Federação. Contudo, espera-se que em 2030 ainda existam importantes diferenciais regionais na estrutura etária da população. Em 2027 o Rio Grande do Sul já teria um número maior de idosos do que de crianças, ao passo que Acre, Amazonas, Roraima e Amapá ainda teriam cerca de 30 idosos para cada 100 crianças, valores semelhantes aos observados nas Regiões Sul e Sudeste em meados da década de 2000.

O IBGE também divulgou as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2013. As estimativas populacionais são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos nos períodos intercensitários e são, também, um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios. Esta divulgação anual obedece à lei complementar nº 59, de 22 de dezembro de 1988, e ao artigo 102 da lei nº 8.443, de 16 de julho de 1992. A tabela com a população estimada para cada município foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.). Está previsto, no artigo 102 da lei nº 8.443, acima citado, que, até 20 dias após a publicação das estimativas, os interessados poderão apresentar reclamações fundamentadas ao IBGE, que decidirá conclusivamente. Em seguida, até 31 de outubro, o IBGE encaminhará as estimativas definitivas ao Tribunal de Contas da União. 

Em 2060, população terá voltado a um patamar próximo ao de 2025

A população total projetada para o Brasil em 2013 foi de 201,0 milhões de habitantes, atingindo 212,1 milhões em 2020, até alcançar o máximo de 228,4 milhões em 2042, quando começará a decrescer, atingindo o valor de 218,2 em 2060, nível equivalente ao projetado para 2025 (218,3 milhões).

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (28), no Diário Oficial da União, as estimativas de populações de todos os municípios brasileiros. O Brasil superou os 200 milhões de habitantes, a população estimada é de 201.032.714 habitantes. São Paulo é o estado mais populoso com 43,6 milhões de habitantes, seguido por Minas Gerais (20,5 milhões) e Rio de Janeiro (16,3 milhões).

A população estimada do Ceará é de 8.778.575 habitantes. Confira logo abaixo as estimativas do IBGE do contingente populacional de todas as cidades cearenses.

População dos municípios do Ceará

0001 Abaiara 11.089
0002 Acarape 16 .011
0003 Acaraú 60.137
0004 Acopiara 52.661
0005 Aiuaba 16.784
0006 Alcântaras 11.171
0007 Altaneira 7.196
0008 Alto Santo 16.767
0009 Amontada 41.227
0010 Antonina do Norte 7.172
0011 Apuiarés 14.397
0012 Aquiraz 76.186
0013 Aracati 71.749
0014 Aracoiaba 25.988
0015 Ararendá 10.723
0016 Araripe 21.170
0017 Aratuba 11 .482
0018 Arneiroz 7.766
0019 Assaré 22.988
0020 Aurora 24.716
0021 Baixio 6.165
0022 Banabuiú 17.775
0023 Barbalha 57.818
0024 Barreira 20.371
0025 Barro 22.104
0026 Barroquinha 14.771
0027 Baturité 34.512
0028 Beberibe 51.442
0029 Bela Cruz 31.804
0030 Boa Viagem 53.608
0031 Brejo Santo 47.218
0032 Camocim 61.918
0033 Campos Sales 27.030
0034 Canindé 76.439
0035 Capistrano 17.470
0036 Caridade 21.236
0037 Cariré 18.629
0038 Caririaçu 26.821
0039 Cariús 18.815
0040 Carnaubal 17.282
0041 Cascavel 68.926
0042 Catarina 19.676
0043 Catunda 10.218
0044 Caucaia 344.936
0045 Cedro 24.958
0046 Chaval 12.865
0047 Choró 13.195
0048 Chorozinho 19.187
0049 Coreaú 22.653
0050 Crateús 74.103
0051 Crato 126.591
0052 Croatá 17.569
0053 Cruz 23.344
0054 Deputado Irapuan Pinheiro 9.360
0055 Ererê 7.041
0056 Eusébio 49.455
0057 Farias Brito 19.015
0058 Forquilha 22.998
0059 Fortaleza 2.551.805
0060 Fortim 15.603
0061 Frecheirinha 13.402
0062 General Sampaio 6.591
0063 Graça 15.281
0064 Granja 53.435
0065 Granjeiro 4.569
0066 Groaíras 10.668
0067 Guaiúba 25.310
0068 Guaraciaba do Norte 38.832
0069 Guaramiranga 3.909
0070 Hidrolândia 19.882
0071 Horizonte 60.584
0072 Ibaretama 13.155
0073 Ibiapina 24.458
0074 Ibicuitinga 11.890
0075 Icapuí 19.129
0076 Icó 66.885
0077 Iguatu 100.053
0078 Independência 25.946
0079 Ipaporanga 11 . 5 0 0
0080 Ipaumirim 12.256
0081 Ipu 41.190
0082 Ipueiras 38.159
0083 Iracema 1 4 . 0 11
0084 Irauçuba 23.202
0085 Itaiçaba 7.567
0086 Itaitinga 37.705
0087 Itapagé 5 0 . 2 11
0088 Itapipoca 122.220
0089 Itapiúna 19.409
0090 Itarema 39.494
0091 Itatira 19.861
0092 Jaguaretama 18.040
0093 Jaguaribara 10.892
0094 Jaguaribe 34.683
0095 Jaguaruana 33.174
0096 Jardim 27.067
0097 Jati 7.764
0098 Jijoca de Jericoacoara 18.292
0099 Juazeiro do Norte 261.289
0100 Jucás 24.351
0101 Lavras da Mangabeira 31.435
0102 Limoeiro do Norte 57.372
0103 Madalena 19.017
0104 Maracanaú 217.922
0105 Maranguape 120.405
0106 Marco 25.944
0107 Martinópole 10.693
0108 Massapê 36.854
0109 Mauriti 45.640
0110 Meruoca 14.377
0111 Milagres 28.487
0112 Milhã 13.207
0113 Miraíma 13.259
0114 Missão Velha 35.056
0115 Mombaça 43.493
0116 Monsenhor Tabosa 16.984
0117 Morada Nova 62.287
0118 Moraújo 8.393
0119 Morrinhos 21.561
0120 Mucambo 14.335
0121 Mulungu 12.196
0122 Nova Olinda 14.908
0123 Nova Russas 31.692
0124 Novo Oriente 28.075
0125 Ocara 24.829
0126 Orós 21.503
0127 Pacajus 66.510
0128 Pacatuba 77.723
0129 Pacoti 11 . 8 5 7
0130 Pacujá 6.131
0131 Palhano 9.126
0132 Palmácia 12.624
0133 Paracuru 32.919
0134 Paraipaba 31.413
0135 Parambu 31.462
0136 Paramoti 11 . 5 1 7
0137 Pedra Branca 42.643
0138 Penaforte 8.666
0139 Pentecoste 36.442
0140 Pereiro 16.063
0141 Pindoretama 19.733
0142 Piquet Carneiro 16.169
0143 Pires Ferreira 10.556
0144 Poranga 12.203
0145 Porteiras 15.108
0146 Potengi 10.651
0147 Potiretama 6.278
0148 Quiterianópolis 20.505
0149 Quixadá 83.990
0150 Quixelô 15.046
0151 Quixeramobim 75.565
0152 Quixeré 21.241
0153 Redenção 27.088
0154 Reriutaba 19.281
0155 Russas 73.436
0156 Saboeiro 15.835
0157 Salitre 15.976
0158 Santa Quitéria 43.358
0159 Santana do Acaraú 31.133
0160 Santana do Cariri 17.445
0161 São Benedito 45.653
0162 São Gonçalo do Amarante 46.247
0163 São João do Jaguaribe 7.829
0164 São Luís do Curu 12.663
0165 Senador Pompeu 26.656
0166 Senador Sá 7.210
0167 Sobral 197.663
0168 Solonópole 18.025
0169 Tabuleiro do Norte 30.018
0170 Tamboril 25.675
0171 Tarrafas 8.949
0172 Tauá 57.246
0173 Tejuçuoca 18.083
0174 Tianguá 7 2 . 11 0
0175 Trairi 53.561
0176 Tururu 15.224
0177 Ubajara 33.205
0178 Umari 7.660
0179 Umirim 19.349
0180 Uruburetama 20.768
0181 Uruoca 13.348
0182 Varjota 18.024
0183 Várzea Alegre 39.651
0184 Viçosa do Ceará 57.719